domingo, 13 de setembro de 2009

REFLEXÕES ESPÍRITAS - Os sãos não precisam de médico.


Tema: Capítulo XXIV de O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO de Allan Kardec – A candeia debaixo do alqueire – itens 11 e 12 – OS SÃOS NÃO PRECISAM DE MÉDICO

Fonte: Ante o Divino Médico - em LIVRO DA ESPERANÇA, de autoria de Francisco Cândido Xavier, ditado pelo Espírito Emmanuel - Editora CEC.


“Não são os que gozam de saúde que precisam de médico”.
JESUS - MATEUS, 9: 12.


“Jesus se acercava. principalmente, dos pobres e dos deserdados, porque são os que mais necessitam de consolações; dos cegos dóceis e de boa-fé, porque pedem se -lhes dê a vista e não dos orgulhosos que julgam possuir toda a luz e de nada precisar.”
- Cap. 25, 12.
“Milhões de nós outros, - os espíritos encarnados e desencarnados em serviço na Terra, somos almas enfermas de muitos séculos.” (Emmanuel)

P
or esse motivo os espíritos costumam dizer que a Terra é um grande PLANETA HOSPITAL-ESCOLA em que nossas almas buscam a saúde integral através do aprendizado do equilíbrio.
Vivemos tempos maravilhosos de longevidade em que a medicina descortina novos medicamentos e técnicas variadas a vim de nos prolongar a juventude, a vida do corpo tanto quanto erradica doenças antes impossíveis de serem dominadas.

C
ada vez mais aprendemos no estudo da natureza as incríveis possibilidades de conservarmos a nossa vida biológica, garantindo a saúde do corpo através de nutrição e atividades saudáveis.


A
inda assim somos na Terra milhões de doentes... isso porque a SAÚDE INTEGRAL inclui estarmos em equilíbrio com nossa AFETIVIDADE amando o amor que temos e o que não temos...


SAÚDE
também é vivermos em equilíbrio com a FAMÍLIA que temos e com a que desejaríamos ter...


SAÚDE
é vivem em pleno equilíbrio entre o DINHEIRO que temos e o que não temos.


SAÚDE
é estarmos equilibrados em nosso CAMPO PROFISSIONAL produzindo perante a atividade que ocupamos, em paz com a que desejaríamos ocupar...


SAÚDE
é estar equilibrado também perante o SEXO e o aconchego do envolvimento afetivo que amealhamos para nós sem conflitos com a que fantasiamos necessárias...


SAÚDE
é o equilíbrio da convivialidade na COMUNIDADE em que a vida nos situa sem os atritos da antipatia em frustrações com o meio que sonhamos viver...


F
ica fácil então entender que SAÚDE é um conceito amplo que hoje chamamos de SAÚDE INTEGRAL e que, quando avaliamos todas as suas variáveis nos parece impossível de alcançar na Terra. Eis porque somos milhões de doentes... fustigados por sofres, sofrimentos e carências nesta ou naquela área da vida.


“C
arregando débitos e inibições, contraídos em existências passadas ou adquiridos agora, proclamamos em palavras sentidas que Jesus é o nosso Divino Médico. E basta ligeira reflexão para encontrar no Evangelho a coleção de receitas articuladas por ele, com vistas à terapia da alma.” (Emmanuel)


D
eus em sua Misericórdia infinita apiedado de nossa miséria espiritual enviou à Terra seu Filho Bem amado que também é conhecido como O MÉDICO DAS ALMAS a fim de que nos socorresse em nossa precária saúde espiritual...


Jesus
trouxe para nós todo um programa de SAÚDE DO ESPÍRITO e o seu Evangelho é sublime repertório de diretrizes e consolações para os males de nossa vida, conforme afirma o benfeitor Emmanuel: “Todas as indicações do sublime formulário primam pela segurança e concisão.”


– EGOISMO:
DOENÇA DA ALMA QUE NOS IMPEDE DE VIVER A FRATERNIDADE PURA...

“Nas perturbações do egoísmo: “faze aos outros o que desejas que os outros te façam.” - (Emmanuel)

– CÓLERA:
CRISE DE ANIMALIDADE E VIOLÊNCIA QUE NOS CEGA ATIRANDO-NOS AO ABISMO DO ISOLAMENTO...


“N
as convulsões da cólera: “na paciência possuirás a ti mesmo.” - (Emmanuel)


- REVOLTA:
ACHAQUE DO ORGULHO E PRETENSÃO DE FAMSO MERECIMENTO QUE NOS ROUBA A CONQUISTA DA HUMILDADE...


N
os acessos de revolta: “humilha-te e serás exaltado.” (Emmanuel) -


- VAIDADE:
DEMÊNCIA DO SENSO DE REALIDADE EM QUE NOS ILUDIMOS SER O QUE NÃO SOMOS DESVIADOS DA REALIDADE BOA E SMPLES.


“N
a paranóia da vaidade: “não entrarás no Reino do Céu sem a simplicidade de uma criança .” - (Emmanuel)


- DISSIMULAÇÃO:
MOLÉSTIA DO CARÁTER QUE AFASTA-NOS DO APRENDIZADO ROUBANDO-NOS O PRESENTE PELO MEDO E ANSIEDADE DE SERMOS DESCOBERTOs TAIS QUAIS SOMOS...


“N
a paralisia de espírito por falsa virtude “se aspiras a ser o maior, sê no mundo o servo de todos.” - (Emmanuel)


- ÓDIO:
CÂNCER DO AFETO QUE SUFOCA AS CÉLULAS BENIGNAS DO AMOR INTOXICANDO AS RELAÇÕES NO PATROCÍNIO DA SOLIDÃO...


“N
os quistos mentais do ódio: “ama os teus inimigos.” - (Emmanuel)


IGNORÂNCIA:
METÁSTASE DA PREGUIÇA E DO COMODISMO QUE ROUBA DA CRIATURA O PRAZER DE APRENDER E CRESCER PARA VIVER MAIS E MELHOR.


“N
os delírios da ignorância: “aprende com a verdade e a verdade te libertará.”- (Emmanuel)


OFENSA:
TRANSTORNO DA COMPREENSÃO QUE CRONICIFICA A VIOLÊNCIA NAS LOUCURAS DA VINGANÇA.


“N
as dores por ofensas recebidas: “perdoa setenta vezes sete.” - (Emmanuel)
DESESPERO: ENTORPECIMENTO DA CONFIANÇA NA JUSTIÇA E SOLICITUDE DIVINAS QUE AMPARAM E CONSOLAM A NOSSA VIDA EM CADA LANCE, DANDO A CADA UM CONFORME AS SUAS OBRAS.

“N
os desesperos provocados por alheias violências: “ora pelos que te perseguem e caluniam.” - (Emmanuel)


INCERTEZA:
SÍNDROME DA CARÊNCIA DE FÉ NA DIVINA PROVIDÊNCIA QUE FAZ O FILHO DE DEUS AGIR NO MUNDO COMO SE NÃO TIVESSE UM PAI CELESTIAL.


“N
as crises de incerteza, quanto à direção espiritual: “se queres vir após mim, nega a ti mesmo, toma a tua cruz e segue-me.”- (Emmanuel)


E
is então a boa notícia: JESUS, O DIVINO MÉDICO DAS ALMAS VEIO À TERRA POR

TODOS NÓS:
“Nós, as consciências que nos reconhecemos endividadas, regozijamo-nos com a declaração consoladora do Cristo: - “Não são os que gozam de saúde os que precisam de médico.” - (Emmanuel)


E
se não somos capazes de guardar todos esses sagrados remédios ao alcance da nossa alma em cada lance de nossa existências lembremos que JESUS no deixou porém o CURA TUDO DA ALMA, aquele medicamento universal capaz de erradicar todas as dores, suavizar todos os sofrimentos, devolver-nos a saúde suficiente para prosseguirmos a nossa jornada... ESSE REMÉDIO É O AMOR!


AMAI-VOS UNS AOS OUTROS
receitou o sábio doutor Jesus. Mas é importante que saibamos que NEHUMA DOENÇA PODE SER CURADA SE INSISTIRMOS EM MANTER A RECEITA
NO BOLSO SEM INGERIRMOS AS DOSES NECESSÁRIAS DO REMÉDICO CURATIVO...


É
necessário que façamos uso PROFILÁTICO desse elixir – O AMOR – diariamente, sem limites de dosagem... Agora mesmo há sob nosso teto alguém a quem o nosso amor pode fazer grande diferença...


E
m todos os instantes o AMOR é remédio aplicável, até mesmo na solidão podemos fazer uso dele, elevando a DEUS uma prece por aqueles que amamos ou por aqueles que ainda não aprendemos a amar.


N
o trabalho O AMOR dulcifica as relações e potencializa a afetividade...


N
a família O AMOR cauteriza feridas e promove o bem estar...


N
a sociedade O AMOR estabelece laços de fraternidade entre desconhecidos ampliando os tesouros do afeto...


SEMPRE O AMOR A NOS CURAR... SEMPRE O AMOR COMO SOLUÇÃO.


P
ara finalizar examinemos este parágrafo do benfeitor Emmanuel:


“S
im, somos espíritos enfermos com ficha especificada nos gabinetes de tratamento, instalados nas Esferas Superiores, dos quais instrutores e benfeitores da Vida Maior nos acompanham e analisam ações e reações, mas é preciso considerar que o facultativo, mesmo sendo Nosso Senhor Jesus Cristo, não pode salvar o doente e nem auxiliá-lo de todo, se o doente persiste em fugir do remédio.” - (Emmanuel)


Texto sob reflexão:
Ante o Divino Médico
“Não são os que gozam de saúde que precisam de médico”. JESUS - MATEUS, 9: 12.
“Jesus se acercava. principalmente, dos pobres e das deserdados, porque são os que mais necessitam de consolações; dos cegos dóceis e de boa-fé, porque pedem se -lhes dê a vista e não dos orgulhosos que julgam possuir toda a luz e de nada precisar.” - Cap. 25, 12.
Milhões de nós outros, - os espíritos encarnados e desencarnados em serviço na Terra, somos almas enfermas de muitos séculos. Carregando débitos e inibições, contraídos em existências passadas ou adquiridos agora, proclamamos em palavras sentidas que Jesus é o nosso Divino Médico.

E basta ligeira reflexão para encontrar no Evangelho a coleção de receitas articuladas por ele, com vistas à terapia da alma.
Todas as indicações do sublime formulário primam pela segurança e concisão.

Nas perturbações do egoísmo: “faze aos outros o que desejas que os outros te façam.”


Nas convulsões da cólera: “na paciência possuirás a ti mesmo.”

Nos acessos de revolta: “humilha-te e serás exaltado.”

Na paranóia da vaidade: “não entrarás no Reino do Céu sem a simplicidade de uma criança.”


Na paralisia de espírito por falsa virtude “se aspiras a ser o maior, sê no mundo o servo de todos.”

Nos quistos mentais do ódio: “ama os teus inimigos.”


Nos delírios da ignorância: “aprende com a verdade e a verdade te libertará.”


Nas dores por ofensas recebidas: “perdoa setenta vezes sete.”


Nos desesperos provocados por alheias violências: “ora pelos que te perseguem e caluniam.”


Nas crises de incerteza, quanto à direção espiritual: “se queres vir após mim, nega a ti mesmo, toma a tua cruz e segue-me.”


Nós, as consciências que nos reconhecemos endividadas, regozijamo-nos com a declaração consoladora do Cristo:


- “Não são os que gozam de saúde os que precisam de médico.”


Sim, somos espíritos enfermos com ficha especificada nos gabinetes de tratamento, instalados nas Esferas Superiores, dos quais instrutores e benfeitores da Vida Maior nos acompanham e analisam ações e reações, mas é preciso considerar que o facultativo, mesmo sendo Nosso Senhor Jesus Cristo, não pode salvar o doente e nem auxiliá-lo de todo, se o doente persiste em fugir do remédio.


Ante o Divino Médico - de: LIVRO DA ESPERANÇA, de Francisco Cândido Xavier, ditado pelo Espírito Emmanuel.

2 comentários:

  1. com certeza é uma lição de vida.
    se nos contássemos entre os humildes e procurássemos pelo remédio divino nos elevaríamos mais moralmente a cada momento
    bjo andré

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela Imensa Ajuda e Auxílio com estas Explanações Esclarecedoras ao Estudo que farei, com Irmãos que assim como eu, necessitam de mais LUZES!!!!!! Ednamar

    ResponderExcluir